quinta-feira, 11 de junho de 2009

Auto Motivação - Pense a respeito

Auto-Motivação: Como Permanecer Motivado
(texto enviado pelo Adelmir Machado e pela Rosana)


A pessoa incapaz de motivar a si mesma deve conformar-se com a mediocridade, não importando quão impressionantes sejam seus outros talentos.
Andrew Carnegie (Magnata e filantropo)

Se você quer viver uma vida completa e realizada, precisa ter consciência de que a auto-motivação é essencial. Você precisa aprender a se motivar. Deve ser capaz de manter seu espírito feliz, não importando quão desencorajadora seja a situação. Esse é o único modo de conseguir a força necessária para superar as dificuldades. Aqueles que perdem a coragem em momentos de dificuldade, certamente perderão depois que a batalha terminar.

A questão é: como você pode se auto-motivar?

Aqui estão algumas dicas que consideramos eficazes para realizar a auto-motivação:

1. Adote uma causa

Não se pode imaginar uma fonte de motivação mais forte do que uma causa que você defenda. Ela pode inspirá-lo a dar o máximo de si mesmo quando enfrentar as dificuldades. Ela poderá fazê-lo realizar coisas aparentemente impossíveis.

Existem causas que podem inspirá-lo momentaneamente. Você deve encontrar uma que o atinja a alma e que o inspire infinitamente. Assim, será uma fonte de motivação inesgotável. Quando sentir que está ficando desmotivado, poderá sempre recorrer à sua causa para obter uma nova dose de motivação.

2. Tenha um sonho. Um grande sonho.

Só posso subir até onde alcanço, só posso ir até onde desejo, só posso enxergar até onde procuro, só posso ser aquilo que sonho.
Karen Ravn (Escritora e jornalista)

Embora sua causa seja uma fonte motivacional potente, ela é de natureza abstrata. Você precisa torná-la concreta, convertê-la num sonho. Imagine como o mundo será no futuro. Imagine como as pessoas viverão e trabalharão. Ter um sonho é importante porque é difícil estar motivado se você não tiver um alvo definido. Pense nas pessoas que jogam basquete. Será que elas estarão motivadas se não houver uma cesta como meta? Certamente não. Elas precisam de um objetivo. Você precisa de um objetivo. Para isso serve o seu sonho.
Mas apenas ter um sonho não basta. Ele deve ser grande o suficiente para inspirá-lo. Deve ser realista, porém desafiador. Deve exigir que você enfrente situações desconhecidas.

3. Deseje muito

Só querer alguma coisa não é suficiente. Você deve ter um desejo voraz. A sua motivação deve ser absolutamente compulsiva, de forma a superar os obstáculos que fatalmente surgirão.
Les Brown (Escritor e palestrante)

Para estar realmente motivado, você deve desejar intensamente e não apenas querer. O simples fato de querer não o ajudará a atravessar as dificuldades, pois não traz em si força suficiente. Em muitos casos, a intensidade do desejo é que faz a diferença entre os que se destacam e o resto.
E como você desenvolve esse desejo? A sua causa e o seu sonho desempenham um grande papel nisso. Se você tem uma causa que lhe é importante e um grande sonho ligado a ela, você terá esse forte desejo dentro de si. Se você achar que seu desejo está esfriando, tudo o que precisa fazer é conectar-se novamente à sua causa e ao seu sonho. Deixe que eles o inspirem e tragam o desejo de volta.


4. Corra sua própria corrida

Eu não tento dançar melhor do que ninguém. Só tento dançar melhor do que eu mesmo.
Mikhail Baryshnikov (Bailarino russo)

Comparar-se aos outros é uma forma eficaz de desmotivar-se. Mesmo que você comece com entusiasmo, logo perderá a energia quando comparar-se aos outros.
Não deixe isso acontecer a você. Como você tem a sua própria corrida, o desempenho dos outros torna-se irrelevante. Comparar-se aos outros é o mesmo que comparar um corredor com um nadador, usando o mesmo padrão de tempo. Eles são diferentes, então como podem ser comparados um ao outro?
Seu único competidor é você mesmo. Você é a única pessoa a quem precisa superar. Pergunte-se: você tem mesmo certeza de que já fez o máximo que podia?

5. Dê mais um passo

O sucesso não é definitivo, o fracasso não é fatal: é a coragem de continuar que conta.
Winston Churchill (Político e estadista inglês)

Quando você encontrar obstáculos ao longo do caminho, poderá sentir a tendência a desistir. Poderá achar muito difícil seguir em frente. Poderá achar que seu sonho é impossível de atingir. Mas é aí que você pode perceber a diferença entre vencedores e perdedores. Embora ambos enfrentem as mesmas dificuldades, há uma coisa que torna diferentes os vencedores: a coragem de continuar.
Em situações difíceis, concentre-se em dar mais um passo adiante. Não pense em terminar a corrida. Não pense nos obstáculos que ainda estão à sua frente. Apenas concentre-se em dar o próximo passo.

6. Deixe o passado para trás

Termine cada dia e o dê por encerrado. Você fez tudo o que podia.
Ralph Waldo Emerson (Escritor, filósofo e poeta)
Acredite ou não, um dos maiores desmotivadores é o seu passado. Ele pode puxá-lo para baixo sem que você perceba. A lembrança, o arrependimento e o sentimento de culpa pelo que passou podem tornar-se um fardo pesado em seus ombros.
A boa notícia é que é um fardo que você não precisa carregar. Tire-o dos ombros e deixe-o. Você pode ter cometido erros no passado. Pode ter decepcionado outros com seus atos. Mas isso acabou. Já está no passado e não há nada que se possa fazer sobre isso.
Hoje é um novo dia e você tem a chance de reiniciar. Não importa quão ruim tenha sido sua vida até aqui; você ainda tem um futuro promissor à sua espera. Só não deixe que o peso do passado o impeça.

Aplique essas dicas para se motivar. Você não precisa se conformar com menos. Deixe que sua auto-motivação lhe leve aonde você merece chegar.

2 comentários:

zuleid disse...

Podemos comparar nossa vida a um carro do qual nós somos o motorista.
Devemos acertar muito bem todos os espelhos, bem à altura da nossa visão.
Aquele conselho que ouvimos a vida toda quando estamos enfrentando uma dificuldade, "olhe prá trás", deve ser visto com muita parcimônia, pois se focarmos nossa visão só no retrovisor vamos bater no carro da frente!
Devemos conduzir nosso carro com alguns olhares para o retrovisor, mas com nossa atenção dirigida ao que está à nossa frente, porque é prá lá que vamos!

Adelmir Machado - ProAR UFBA disse...

Valeu Mário!!
Voce está dando um show a parte a frente deste blog